//
você está lendo...
Astronomia, Ciência

Cientistas recalculam chance de impacto do asteroide Apophis


Devido ao seu grande tamanho e por sua órbita cruzar o caminho da Terra, Apophis é um dos mais vigiados asteroides do espaço. O objeto deve atingir a máxima aproximação no ano de 2036 e até recentemente tinha uma chance em 45 mil de se chocar contra a Terra. Agora, novos cálculos diminuíram um pouco essa chance, mas a vigília permanece.

Os resultados foram anunciados pelos cientistas Steve Chesley e Paul Chodas, ligados Programa de Objetos Próximo à Terra, NEO, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL, durante encontro realizado na Divisão de Ciência Planetária da Sociedade Astronômica Americana, que se realizou em Porto Rico em 8 de outubro. Segundo os pesquisadores, as chances de um impacto no dia 13 de abril de 2036 foram reduzidas em cinco vezes caíram de 1 em 45 mil para 1 em 250 mil

Para chegar a esta conclusão, os cientistas utilizaram os dados observacionais da equipe do astrônomo Dave Tholen, do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí, que analisou diversas imagens do céu noturno feitas com o telescópio de 2.2 metros de Mauna Kea, também no Havaí, e que ainda não eram conhecidas dos pesquisadores. As observações foram complementadas com dados captados pelo Observatório Steward, no Arizona e pelo radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico.

Além de refinarem os cálculos orbitais, Chesley e Chodas também identificaram uma terceira aproximação de Apophis para o ano de 2068, com chance de colisão de uma em 330 mil. “Se conseguirmos obter dados de radar em 2013, poderemos antecipar a localização de Apophis pelos próximos 60 anos” disse Jon Giorgini, do JPL. Nesta data Apophis passará a 14.4 milhões de quilômetros e permitirá aos astrônomos melhorar os modelos de trajetória para as próximas passagens.

Apophis
Descoberto em junho de 2004, Apophis tem aproximadamente 400 metros de comprimento e completa uma volta ao redor do Sol a cada 323 dias, cruzando a órbita terrestre duas vezes por ano. Chamado inicialmente de 2004 MN4, a rocha foi definitivamente batizada como 99942 Apophis em julho de 2005, após ter seus parâmetros definitivamente conhecidos.

Apophis, que em grego significa “destruidor”, é hoje o corpo celeste mais vigiado no espaço. Atualmente se localiza a 300 milhões de quilômetros da Terra, com o Sol entre os dois objetos.

2029: Muito perto da Terra
Antes de 2036, Apophis deverá se aproximar bastante da Terra em abril de 2029. Cálculos anteriores mostravam que o asteroide tinha cerca de 3% de chances de atingir a Terra nesta data, mas à medida que os modelos orbitais foram refinados essa possibilidade foi praticamente descartada, mesmo assim o asteroide deverá passar a apenas 29 mil quilômetros de distância da Terra, uma distância menor que a dos satélites geoestacionários.

Impacto
Caso se choque com a Terra, sua massa, velocidade, composição e ângulo de entrada na atmosfera serão suficientes para provocar uma explosão equivalente a 1480 megatoneladas de TNT, o que representa 114 mil vezes a energia liberada pela bomba atômica lançada em 1945 sobre a cidade de Hiroshima e sete vezes mais intenso que explosão do vulcão Krakatoa, na Indonésia, em 1883. Em termos de destruição seria capaz de desintegrar completamente uma área do tamanho da ilha da Sicília e causar efeitos colaterais na geografia, clima e meio ambiente de mais de 30% do planeta.

Via Apolo11

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “Cientistas recalculam chance de impacto do asteroide Apophis

  1. caramba quando crescer quero trabalhar na NASA

    Publicado por bruna | 22/05/2011, 11:29

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: