//
você está lendo...
Propaganda

Propagandas Parte I


Algumas propagadas são inteligentes, inovadoras e engraçadas. E esta é a função da publicidade: vender produtos ou serviços nos fazendo rir ou pensar, incitando a nossa curiosidade ou o consumismo.

As propagandas a seguir poderiam até não ser tão esquisitas em suas épocas, mas se fossem lançadas hoje, algumas seriam consideradas inadequadas outras imorais e a maioria simplesmente bizarra.

Veja algumas propagandas antigas:

Um anúncio de secador de cabelo diz que o produto é tão divertido que é bom usá-lo mesmo que você não precise. E ninguém explica por que a garota está careca.

A simples ideia de usar adesivo para prender os cabelos soa estranha, mas era usada algumas décadas atrás. Este anúncio, de 1970, faz uma comparação entre os penteados de bonecas e das meninas – colocando a garota como uma cabeça de boneca. Assustador, no mínimo.

Em uma propaganda de agência de empregos: “Algumas agências vendem corpos.” Mas eles se consideram uma agência ética.

A propaganda do avião Douglas DC-8 dispensa palavras.

A propaganda dos cigarros Tareyton dizia que seus fumantes preferiam brigar a mudar de marca – frase que ficou famosa na época, mas ainda assim não justifica as belas modelos “machucadas”.

Este anúncio da década de 60 mostra uma mãe fritando seu bebê embaixo de uma lâmpada bronzeadora “totalmente segura”.

A propaganda mostra um pai que parou de bater no filho depois de começar a tomar café sem cafeína.

O anúncio baseado no sucesso da série “A Feiticeira”, na década de 60, usa a personagem para fazer propaganda de spray de cabelo – mesmo com o chapéu!

Esta propaganda canadense da década de 30 tem como garoto-propaganda esse menino assustador.

A propaganda do sabonete “Pears” simplesmente não tem explicação e me dá um arrepio na espinha, como se fosse uma cena de filme de terror.

Root beer é uma bebida comum nos Estados Unidos, feita a partir das raízes de várias plantas – e pode ser alcoólica ou não. Pela cara do bebê, pedindo mais um copo, parece que essa era do tipo alcoólica!

O antigo anúncio de armas de pressão afirma que é natural todo garoto querer uma arma, e dá vários motivos para que eles ganhem: ela melhoraria a visão e a atenção das crianças.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: